30 julho, 2014

Aterragem em Fortaleza





 O meu nome é Duke. Este é o meu mundo.



 Aterramos onde você quiser, somos divulgadores da (PIEH) , Parceria Internacional Para a Economia do Hidrogênio. Soluções Ambientais Existem na área do hidrogênio que aleados á produção de energia a partir da geotérmica fazem a diferença. Venha descobrir algumas de uma forma divertida ...

 (PIEH) Parceria Internacional para a Economia do Hidrogênio


Anitta - Show das Poderosas



midnightduke8

Veículo para as paisagens do Sertão.

Aterramos em Guaramiranga, Sertão do Ceará, Brasil, membro da Parceria Internacional para Economia do Hidrogênio.
Agreste e inóspita estende-se a caatinga pelo Sertão, com suas flores de cheiro horrível.
Mas na paissagem sertanense existe uma especie de localidades priveligeadas com muita e alta vegetação, rica em aves, pequenos mamiferos e repteis que aqui procuram a fartura enexistente na caatinga.
Estes locais normalmente são cursos de agua em vales que rasgam a paissagem agreste. 
É bem provável que uma grande percentagem das inovações no design automóvel seja imaginada em lugares onde a matéria prima não seja escassa. A maior parte dos designer nunca saiu,  duma cidade, não sabe o que é escassez de energia. Uma elite criada em escolas de economia de mercado, com a finalidade de promover e criar o lucro fácil dos "lobbys".
Abater a tecnologia criada pelas 7 irmãs é a sua ambição.
- O motor de combustão interna foi uma revolução, económica, fácil de manobrar e de matéria prima barata.
- Que tipo de propulsor é correto para o futuro?
- Vou levar-te ao interior do Sertão e ai decidiras.
O voo começou e dei por mim sobre uma paisagem, a minha visão de designer caiu por terra.
Caatinga é um bioma exclusivamente brasileiro o que significa que o seu patrimônio biológico não se encontra em mais lugar nenhum.
Falamos de todo o tipo de propulsores. Ele mostrou- se positivo e de mente aberta. Falou dos plug-in e da sua impossibilidade de mete-los num avião e fazer destes um veículo voador.
Falou-me da perda de dinheiro que é um veículo elétrico ou híbrido.
Surpreende-me quando falou sobre o Hidrogênio, sabia tudo. Eletrólise, compressão do gás em tanques, motor de combustão interna a hidrogênio, até quantificou o material necessário e o seu preço.
- Pois o preço fica sempre elevado e as fontes primárias de energia elétrica são brutalmente caras.
- Existe uma que permite ter energia elétrica em abundância, geotermica.
- Se os elétricos sabem tomam para eles todos os recursos dessa energia.
- Estão sempre limitados ás grandes redes de cobre e aos ladrões que as cobiçam.
As baterias são demasiado caras, tem uma autonomia reduzida a 120km, 150 km será um milagre. Mesmo que a carga rápida funcione, tem limitações financeiras é caro demais para suportar em plena crise de recursos naturais.
- Isto não vai mudar assim de repente, sim é verdade.
- Olha para nós já voamos sobre metade do Sertão, 500km de autonomia.
- Temos metade do tanque consumido.
Aterramos nas montanhas junto a um açude, barragem elétrica nem vê-la, apenas um edifício donde saia fumo, vapor de água que movimentava as turbinas. Lá mais afastado grandes tanques onde se inscrevia H2. Hidrogênio, então era isso, precisava de financiamento para difundir as suas centrais elétricas a geométrica e o motor de combustão interna a hidrogênio.
O diretor da BMW que inventou os i3 e i8, respetivamente citadino e super-raro com carroçaria de carbono alimentados só a baterias, ambos disponíveis com motores a gasolina  extensões de autonomia e não sei mais o quê.
- O diretor da BMW um grande erro em ter desprezado o BMW a hidrogênio.
- A células de Hidrogênio, fica difícil baixar o preço para um nível de mercado aceitável.
- 60.000 reais o carro a combustão interna de hidrogênio.
- Acessível, quanto ao avião?
Os arbustos ralos elevam-se por léguas e léguas no sertão seco e bravio, como um deserto de espinhos. Cobras e lagartos arrastam- se por entre as pedras, sob o sol inóspito do meio dia. Parados de olhos fixos como se fossem esculturas primitivas. São as cobras mais venenosas, a cascavel, a jararacuçu, a jararaca e a coral.
Os espinhos se cruzam na catinga do intransponível deserto, o coração inviolável do Nordeste. A seca, o espinho e o veneno, a carência de tudo, do mais rudimentar caminho, de qualquer árvore de boa sombra e de sumosa fruta.
Apenas as umburanas se levantam ... com a sua presença acolhedora. No mais são as palmatórias, as favelas, os mandacarus, os columbis, as quixabas, os croás, os xiquexiques, as coroas de padre, a meio a que a rapidez surge, como uma visão de toda a beleza, a flor duma orquídea.
- A divina flor do Nordeste!
- Tu ainda pensas meter um veículo terrestre por estas paisagens?
- Não! Só o gasto de energia inviabiliza qualquer veículo terrestre.
- Veículo Elétrico então nem em sonho.
Por léguas e léguas, através do Nordeste apenas se vira uma multidão de camponeses, montados em seus jumentos. Era o regresso da época do burro e da carroça a estas paragens ...
- A não ser que alguém tenha uma ideia e é o regresso ao Latifúndio.
- A ideia existe só precisamos pô-la em prática.
- Carro voador a Hidrogênio, sim é quase perfeito.

Brasil, Ceara, Fortaleza

Iracema A Virgem dos Lábios de Mel

Foi costume da raça, filha de Tupã, que o guerreiro trouxesse no corpo as cores de sua nação. Traçavam em principio negras riscas sobre o corpo, á semelhança do pêlo do quati de onde procedeu o nome dessa arte da pintura guerreira. Depois variaram as cores e muitos guerreiros costumavam escrever os emblemas de seus feitos.
O estrageiro tendo adoptado a pátria da esposa e do amigo, devia passar por aquela cerimonia, para tornar-se um guerreiro vermelho, filho de Tupã.
Iracema preparou as tintas. O chefe, embebendo as ramas da pluma, traçou pelo corpo os riscos vermelhos e pretos que ornavam a grande nação Pitiguara. Depois pintou uma flecha e disse.
- Assim como a seta trespassa o duro tronco, assim o olhar do guerreiro penetra na alma dos povos.
No braço pintou um gavião.
- Assim como o anajê cai das nuvens, assim cai o braço do guerreiro sobre o inimigo..
No pé esquerdo a raiz do coqueiro.
- Assim como a pequena raiz agarra na terra o alto coqueiro o pé firme do guerreiro sustenta seu corpo robusto.
No pé direito pintou uma asa.
- Assim como a asa do Mjoi rompe os ares, o pé veloz do guerreiro não tem igual na corrida.
Iracema tomou a rama da pena e pintou uma abelha sobre folhas de arvore. Sua voz ressou entre sorrisos.
- Assim como a abelha fabrica o mel a doçura esta n pito do mais valente dos guerreiros.
Martim abriu os braços e abraçou a sua esposa.
O primeiro Cearense, ainda no berço, emigrava da terra da pátria. Havia ai a predistinação de uma raça?
A mairim que Martim erguera á margem do rio, nas praias do Ceara, medrou. Germinou …




Fortaleza é o destino turístico nacional mais buscado pelos brasileiros durante inverno

Fortaleza é um município brasileiro e capital do estado do Ceará. Fundada em 1726, a cidade é a sexta mais populosa do Brasil e a segunda da região Nordeste.
Outro fator interessante é que Fortaleza é a capital brasileira que está localizada mais próximo da Europa, a 5.608 quilômetros de Lisboa, em Portugal.
Pesquisa revela que, de junho a agosto, a Capital ficou à frente de cidades como Rio de Janeiro, Gramado e São Paulo.
Fortaleza foi o destino turístico mais procurado pelos brasileiros para viagens nacionais durante o inverno, que compreende os meses de junho, julho e agosto.
O dado é de um levantamento feito pelo Instituto de Pesquisas, Estudos e Capacitação em Turismo (Ipeturis), com 356 empresas de turismo em 24 estados e Distrito Federal, entre junho e setembro. Segundo o documento, pouco mais de 50% dos turistas optaram por destinos nacionais, dentro dos quais Fortaleza foi o local escolhido por 12,9%.
A pesquisa aponta que o sol e praia foram os fatores que justificaram a ida de turistas para a região Nordeste, evitando o clima frio em lugares da região Sul como Gramado e Serra Gaúcha. “As pesquisas só comprovam o quanto Fortaleza tem potencial para o turismo. A Prefeitura de Fortaleza, através da Secretaria de Turismo, tem realizado diversas ações e obras para que possamos receber cada vez mais e melhor nossos turistas. Assim, crescemos como Capital e, o mais importante, geramos emprego e renda para população”, ressaltou Salmito Filho, secretário de turismo municipal.
Além de Fortaleza, destacam-se no ranking as seguintes cidades: Rio de Janeiro (12,7%) e Gramado (10%), Natal (9%) e São Paulo (8,9%).

Pontos Turistícos de Fortaleza
Monumento na Praia de Iracema em homenagem ao Romance mais famoso de José de Alencar, localizado na orla de Fortaleza é um dos cartões postais mais visitados da capital cearense.
Catedral Metropolitana de Fortaleza – inaugurada em 1978, a igreja abriga 5.000 pessoas e é a terceira maior do Brasil.
Beach-Park localizado nas dunas de Aquiraz e construído há mais de 20 anos, o parque possui cerca de 35 mil metros quadrados, conta com mais de cem atrações e é dividido em áreas temáticas.
Ponte dos Ingleses devido à participação de uma empresa britânica nas obras, a construção sob a Praia de Iracema, foi batizada de “Ponte dos Ingleses”. O Intuito era de melhorar a estrutura portuária de Fortaleza, o local foi utilizado para o fluxo de cargas até a década de 1940, perdendo sua função com a inauguração do porto do mucuripe. A ponte metálica, como também é conhecida tem ateliês artísticos, bares, restaurantes, hoje o local é um dos grandes cartões postais do Ceará.
Teatro José Alencar com capacidade para 776 pessoas, o Teatro fica na Praça José de Alencar, no Centro de Fortaleza. A construção teve início em 1908 e a inauguração ocorreu em 17 de junho de 1910, sintetizando os ideais de Civilização e Progresso, do início do século XX, na capital cearense. Em 1918, o Teatro passou por uma primeira reforma, quando recebeu instalação elétrica e teve o piso de betume do jardim trocado por ladrilhos hidráulicos. Em 1957, as cadeiras austríacas com assentos em palhinha foram substituídas por poltronas de estofamento plástico. Na década de 1970 foi completamente restaurado. Na mesma época, foi executado um jardim lateral, projetado pelo paisagista Roberto Burle Marx.
O Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura é um capítulo à parte na cidade de Fortaleza, no Ceará. Centro cultural, cafés, cinemas, teatros, espaços para exposições, planetário, livraria: o local é multifuncional.



Meu nome é Duke. Isto é o Sky Car. Esta são Cidades do Hidrogenio e da Geotermica O trabalho apresentado neste blog, é um estudo de nichos sociais existentes em muitas das cidades visitadas. Muitos dados estão incorrectos, precisam de confirmação científica. Outros dads seguiram rigorosos critérios de investigação por muitos dos autores, a quem agradeço pelo seu trabalho. Peço desculpa por qualquer erro, baseado nas traduções do que eu escrevo aqui. Pois o meu conhecimento linguitico sobre tais linguas provem do tradutor do Google. As marcas apresentadas aqui tem todos os direitos sobre invenções ou trabalhos científicos citados. A cópia ou reprodução é punível nos termos da lei do país em que o crime de plágio é cometido. Obrigado ... Mid Night Duke ...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

midnightduke8 procure este none no Google
Find in the Google this name midnightduke8

(PIEH) Parceria Internacional para a Economia do Hidrogênio
(IPHE) International Partneship for lhe Hidrogen Economy